• Equipe Dr. Dog

Qual melhor opção: shampoo concentrado ou sem diluição?


Concentrado ou diluído? Qual melhor shampoo?

Quem é dono de um banho e tosa ou trabalha neste mercado, sempre fica na dúvida entre escolher produtos concentrados ou não. Mas qual é a diferença entre eles? Quais os prós e contras de usar produtos concentrados? E se eu não diluir corretamente, o que pode acontecer?

São tantas perguntas, não é mesmo?


Por este motivo, fomos atrás de especialistas técnicos e profissionais da área para entender a diferença entre os shampoos concentrados e os que não precisam de diluição.


Nossa primeira pesquisa, foi com uma química, especializada em formulação de produtos. Logo no início da conversa, ela já fez um alerta: "Você sabia que a água é um dos maiores contaminantes que existem?". E como não é possível controlar a qualidade da água que cada pet shop ou banho e tosa usa, pode ser o produto mais caro ou ainda, o mais famoso do mercado. Uma vez diluído e não utilizado durante o expediente, precisa ser descartado. Independente se sobrou muito ou pouco produto preparado para uso. Desperdício?? Sim, o profissional ou o dono da loja, precisa calcular exatamente o que será usado para evitar perdas. 


Outro ponto importante levantado pela profissional, foi a diluição correta do produto. Se no rótulo informa 1:4, 1 parte de produto e 4 de água, deve ser seguido à risca - uma vez que todos os ativos estão concentrados e se não preparado corretamente, pode causar sérias alergias na pele dos pets, principalmente os que têm mais sensibilidade. Infelizmente, no Brasil, existe o mito de que "quanto mais espuma, melhor é o produto, ou seja + espuma = melhor qualidade", e alguns profissionais deixam de seguir corretamente o modo de diluição por achar que um monte de espuma vai limpar melhor na hora do banho. Isso vale para produtos em geral, shampoo e mesmo para humanos mesmo, na hora de lavar roupas, louças... É algo cultural, mas precisa ser ponto de atenção.


Fomos perguntar também para os donos de petshops e a resposta foi quase unânime: infelizmente a grande maioria prefere fazer pessoalmente a diluição para evitar desperdício e maior gasto de produto, desnecessário, e acaba sendo uma tarefa chata na rotina do empreendedor que precisa se preocupar com diversas coisas como contabilidade, preço, promoções e atender seus clientes, que diluir o shampoo que seus profissionais usam, acaba sendo um peso a mais. Sendo assim, acabam preferindo a versão não diluída para ganhar agilidade no seu dia a dia. 


Um ponto positivo, disseram, é com relação ao estoque, que economizam em espaço e armazenamento; entretanto, o preço dos produtos é proporcional à concentração. Um shampoo de 5 litros por exemplo,  não sai por menos de R$250,00 afirmaram. 


Ou seja,  é preciso avaliar ponto a ponto na escolha de produtos concentrados ou não,  incluir uma rotina diária de diluição ou não, além do planejamento de quantidade de banhos diários para evitar possíveis desperdícios. E claro, qual melhor produto e qualidade se adequam ao seu posicionamento de serviços e preços. 


Vale a pena sempre pesquisar as opções no mercado - lembrando que hoje não dá para escolher apenas de olho no preço - peça amostra,  faça testes,  veja se o produto não resseca a pelagem do animal,  se os perfumes agradam os donos / tutores e principalmente, se cabem no seu fluxo de caixa. 

Obrigado por acompanhar nosso blog e até a próxima dica para você, profissional pet! 

0 visualização