©2014 - 2019 - Doutor Dog Comércio de Produtos Pet Ltda - todos os direitos reservados

São Bernardo do Campo - SP - 21.317.085/0001-06

(11) 4237-1307 ou contato@produtosdrdog.com.br

Prazo de envio - no próximo dia útil, com prazo médio de entrega entre 3 a 5 dias. Verifique o prazo após a sua compra. 

  • Equipe Dr. Dog

Lágrima ácida: causas e como cuidar corretamente


Algumas raças específicas costumam apresentar manchas próximas aos olhos, também conhecidas como lágrima ácida. Os donos geralmente ficam preocupados em descobrir as causas e principalmente, mudanças necessárias para minimizar ou eliminar este problema.


Mas antes de qualquer coisa, é importante saber as possíveis causas dessas manchas, que são provocadas pelo “vazamento” da lágrima, produzida para manter a lubrificação dos olhos, para fora do canal lacrimal. Ou seja, assim como nós, humanos, quando choramos, as lágrimas em excesso escorrem pelo rosto, nos pets, ocorre o mesmo: o excesso escorre pelo rosto e pode causar as temidas manchas próximo aos olhos ou nos pelos ao redor.


E por que isso acontece?


Como acabar com as manchas de lágrima ácida?

Raças como o buldog e pug, por exemplo, que possuem o focinho achatado, podem ter a lágrima ácida por conta do formato de sua face; já o maltês e o shih tzu, têm muitos pelinhos próximo aos olhos, o que pode irritar e aumentar a produção de lágrima - por este motivo é importante manter essa região sempre bem aparada e limpa, ou ainda, eventualmente, uma inflamação ou obstrução do canal lacrimal, neste caso a recomendação é procurar pela ajuda de um profissional veterinário para orientar melhor os cuidados necessários para cuidar do seu bichinho de estimação.


Aliás, nunca é demais lembrar que, sempre que notar algum desconforto ou alteração no seu cão ou gato, a primeira providência é leva-lo ao veterinário de sua confiança para uma avaliação mais detalhada fisicamente e o diagnóstico caso a caso.


Feita a avaliação pelo profissional e constatando-se que o animal está saudável, sem obstruções ou alterações, os próximos passos são cuidar da limpeza regular, com uma gaze ou algodão úmidos, e nos banhos, pode se fazer o uso de shampoos com ingredientes clareadores, como o branqueador óptico, por exemplo, para tentar clarear aos poucos – lembrando sempre de evitar usar em grande quantidade para não cair nos olhos e irritar, ok? Algumas marcas utilizam matérias primas que ajudam a não irritar, mas é claro, assim como quando vamos tomar banho, água em excesso caindo dentro do olho, já deixa um vermelhão, não é mesmo? Ou seja, todo cuidado é válido para não provocar mais produção de lágrima.


E sempre, sempre busque orientação profissional. Hoje, na internet e nas redes sociais existem inúmeras “receitas infalíveis” para acabar com as manchas e/ou evitar que apareçam, mas cada caso é um caso e não podemos generalizar – e sem contar que pode sair ainda mais caro do que uma consulta, já que uma ração especial XYZ por exemplo, é bem cara, e se não resolver.... já sabe né? Ou ainda um pozinho XXX ou misturinha que inventaram ou ouviram falar, pode agravar e além do pet ter dores, você pode sair com uma conta alta de remédios.


9 visualizações